sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

O homem mais rico do mundo.




No início desta semana, quando ia de carro a caminho do trabalho, reparei numa cena caricata e inusitada: um homem, aparentemente indiano, a passear duas criancinhas (igualmente com ar de que saíram directamente do filme "Quem quer ser milionário") dentro de um carrinho daqueles que levam as crianças sentadas lado a lado. O engraçado é que ele ia a empurrar o carrinho a correr, enquanto as crianças riam desenfreadamente. E ele também. Achei graça e segui caminho.

No dia seguinte, ao passar precisamente no mesmo sítio, precisamente à mesma hora, volto a ver o dito homem a passear as criancinhas, novamente a correr enquanto empurrava o carrinho, na galhofa habitual.

Quarta-feira, o cenário repetiu-se. Desta vez, chovia e o carrinho ia tapado com aquelas protecções plásticas. Mas isso não o impedia de correr, debaixo de chuva, a rir alegremente. As crianças, mal as conseguia ver, mas fiquei a imaginar as gargalhadas.

Ontem, a mesma cena, já sem chuva. Hoje, ao virar para essa rua, dei comigo a olhar para o sítio habitual, à procura deles. Ali estavam. Como sempre, a rir. O homem aparentava ter poucos recursos e aspecto de quem não vive propriamente num condomínio privado com piscina. Mas não há dúvida de que é feliz. E isso, aos meus olhos, já faz dele o homem mais rico do mundo.

4 comentários:

  1. Que História linda!...Adorei!
    Obrigada pela partilha!!**

    ResponderEliminar
  2. Adorei!
    Que bonito. Que bom haverem pessoas assim.
    Que boa partilha. esta!
    Um beijinho*

    ResponderEliminar

Deita cá para fora!