terça-feira, 29 de julho de 2014

Fiz um ano e meio! Mamã, quero umas jantes!!

 
Baby Caco acaba de fazer um ano e meio e a sua grande paixão são - pasme-se - jantes de automóveis. Cada vez que o levamos à rua, pára junto de tudo quanto é viatura estacionada e ali fica, como podem avaliar pelas imagens, a contemplar aquilo que parece ser o objecto de maior fascínio no momento.
 
Há quem tenha fetiches por pés, por mamas ou por mulheres avantajadas, mas, até ver, Baby Caco não tem nada dessas taradices. Prefere idolatrar aquela peça redonda metalizada, fixando o olhar na zona central, onde habitualmente se encontra a marca do automóvel.
 
Além disto, aos 18 meses, adora tomate, pepino, quinoa, beber iogurtes líquidos com palhinha e frutas em geral, tomar banho, brincar às escondidas atrás das cortinas do quarto, tirar as roupas das gavetas, correr atrás da bola, ir ao cesto da roupa suja e escolher cirurgicamente o equipamento de treino do pai, deixando um rasto fedorento por onde passa, cães, gatos, pombas, patos e tudo quanto é bicharada, passear pela casa com quatro chupetas na mão e uma na boca que só tira para comer, ser penteado, enfiar as mãos nas gavetas do congelador, comer com o nosso garfo, brincar sozinho com os carros enquanto faz "brrum, brrum...", andar de triciclo, distribuir molas da roupa pelo terraço, verter a água do biberon pelo chão da casa, espalhando-a com as mãos, aviões, autocarros, motas, eléctricos e afins.
 
Por outro lado, não gosta de comer sopa ou papa, odeia que lhe ponham babetes, cortem as unhas ou que o amassem a pedir abraços, procedimento que continuarei a adoptar, na esperança de que um dia mude de ideias.  
 
Reconhece todos os membros da família, mesmo em fotografia, estica o dedo indicador e sorri quando lhe perguntamos quantos anos tem, acena para dizer adeus, manda beijinhos (só quando quer), mas continua um grande preguiçoso para falar, sendo que o universo do seu vocabulário varia entre "mamã" e "nenhé". De notar que este último, ao que parece, não significa rigorosamente nada.
 
Legenda (da esq. para a dir. e de cima para baixo): Baby Caco junto a uma carrinha de caixa aberta; Baby Caco junto a uma retroescavadora, Baby Caco junto a um jipe; Baby Caco junto à menina dos seus olhos: o carro do papá.   

5 comentários:

  1. Ha ha ha! Que máximo! Só para avisar que tem tendência a piorar, o Pedro desde que segura a cabeça que fica louco com rodas. Neste momento com 2 anos e um mês sabe as marcas de carros todas. Na sexta feira fomos jantar fora e a única forma de o ter sossegado foi a ver no youtube a concentração de camiões de barcelos! (nem sabia que existia).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, pela pequena sondagem que fiz, parece que, no que toma a meninos, o mal é geral :-)

      Eliminar

Deita cá para fora!