quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Os meus cinco minutos de fama

 

Caso não tenham percebido, aqui o Caco comemorou, há uns dias, 6 meses de vida e caminha, a passos largos, para as l8 mil visitas, o que fazendo contas assim de cabeça, dá cerca de 3 mil por mês, 750 por semana e  mais de 100 por dia ("mais de cem" é bom porque quem estiver distraído, pode pensar que está quase nas 200). Como contra factos, não há argumentos,  Pipoca, gosto muito de ti, mas compreendo que já tremas. E certamente não será do frio que apanhaste em Estocolmo. Por isso, vou aproveitar os meus 5 minutos de fama e desfrutar daquele momento que sempre invejei nos óscares.

(Miss Caco põe-se em cima de uma palete e agarra numa banana)

Agradeço a todos os que vêm aqui cheirar o Caco, em especial aos que vão deixando alguns comentários com determinada cadência e que são, digamos, o lado visível deste sucesso. Além de me afagarem o ego, dá-me algum jeito para não dar ar de que isto anda ao abandono.

Aos que chegaram aqui agora, podem comprovar, pelos nomes dos meus fiéis "comentadores", que falamos de gente ilustre, de alto gabarito, arrisco-me a dizer, com ascendência nobre (a avaliar pelos heterónimos) e de elevadíssima exigência blogueira, capaz de meter respeito em qualquer esquadra da PSP, tribunal, sede de candidatura, centro de inspecções ou repartição das finanças deste País. Senão vejamos, a título de exemplo, estas simulações:

(Na esquadra da PSP)
Polícia: Então a quem atribuímos estas declarações?
Leitora do Caco: A mim. Macaca grava por cima, por favor.

(Na repartição de Finanças para pagar o IMI)
Funcionário público: Primeiro e último nome, por favor.
Leitora do Caco: Smelly Cat.

(Na sede  da candidatura)
Candidato: É com orgulho que vos comunico que esta candidatura conta com o apoio da Suricate!
Todos, em uníssono: Uaaaaauuuu!!!  Clap! Clap!Clap!
 
(No centro de inspecções de viaturas) 
Inspector: Pode avançar com a viatura, excelentíssima senhora...
Leitora do Caco: Rabbit. Susy the Rabbit.
 
(Na loja do cidadão, na fila para tirar o cartão)
Funcionário: Por favor, importa-se de sorrir para a foto, Sra. Miscelânea?
Miscelânea: Está bem assim?
 
(No tribunal)
Juiz: Onde é que o senhor estava no momento do crime?
Arguido: A comer pastéis de Belém com o Palmier Encoberto. (Querem álibi mais credível do que este?)
 
Eu, deste lado, vou continuar muito orgulhosa com as vossas visitas, a agradecê-las e a visitar os vossos prestigiados estaminés, sem, no entanto, deixar de ficar estonichada com o facto de perderem dedicarem preciosos minutos das vossas vidas a lerem coisas que me vêm à cabeça com pouco, nenhum ou, vá lá, relativo interesse. A estes e a todos os outros que - como está à vista de todos - caem aqui às centenas, que nem charters carregadinhos de chineses, o meu muito Obrigada. 

5 comentários:

  1. A avaliar pela foto, estás um pouco inchada... PARABÉNS! Que venham mais 6 meses e espero ser convidada para a festa do 1º aniversário! ;)

    ResponderEliminar
  2. Olá Macaca grava-por-cima! É sempre bom saber que estás atenta :-)

    ResponderEliminar

Deita cá para fora!