sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Dúvida natalícia de elevada pertinência.

 
Gente que aqui anda a cirandar, estou com uma dúvida natalícia. Tenho um bebé de 10 meses em casa cujo principal divertimento é mandar abaixo tudo o que encontra pela frente, mesmo tendo o comando de televisão numa mão e o telemóvel do pai na outra.
 
Posto isto, devo arriscar e montar a árvore de Natal - correndo o risco de passar os próximos 32 dias a apanhar bolas, estrelas, renas, corações, anjos e sinos pelo chão - ou mais vale estar quieta se não quero dar com a criança a apanhar choques nas luzinhas compradas no chinês enquanto cospe o conteúdo de uma bola daquelas que trazem neve lá dentro?
 
Numa rápida pesquisa encontrei estas soluções, mas que ainda não me convencem...


 





 
Arrisco ou encho a casa de luzes, grinaldas, renas e pendericalhos natalícios em sítios recônditos onde as mãozinhas de Baby Caco não cheguem? Humm?
 

3 comentários:

  1. tenho o mesmo dilema! Não vai durar um dia!

    ResponderEliminar
  2. Hum.. a segunda hipótese parece bem... :p
    E umas giras como as nº3 ou a nº4? (a 4ª é girinha..)
    Ou então..
    http://cdn.thegloss.com/files/2010/12/babytree.jpg


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahah, Anabela! Essa é uma boa opção! :-)

      Eliminar

Deita cá para fora!