terça-feira, 18 de outubro de 2016

Conversas felizes.

 
 
A semana passada, excecionalmente, fui buscar Baby Caco à escola. Como infelizmente não tenho possibilidade de o fazer todos os dias, ele estava quase tão eufórico como eu.
 
Entrámos no carro e pediu-me para fazermos um passeio. Levei-o junto ao rio e percorremos o pontão até ao farol, vimos os barcos, as gaivotas, as luzinhas e assistimos ao pôr-do-sol. Foi absolutamente maravilhoso, o que só reforça a pena que tenho de não o poder fazer sempre. Acho mesmo que uma das melhores sensações que existe na maternidade é podermos ir buscar o nosso filho à escola, mas enfim... é para quem pode.
 
Adiante. A certa altura, ele percebe que a maré estava vazia e diz:
 
- Mamã, aqui não há água, mas lá ao fundo já há.. (enquanto aponta para o rio)    
- Sim, amor, às vezes a água desce e outras vezes a água sobe...
- Mas quem esvazia a água?
- Ninguém, meu amor... a água umas vezes desce, outras vezes sobre, conforme lhe apetece... (não me pareceu apropriado explicar a teoria do funcionamento das marés aos 3 anos de idade...)  
 
(...)
 
Pausa
 
- Mamã...
- Sim, meu amor...
- O rio está triste.
- Porquê?
- Porque afundou-se.

 
Rio "afundado"

9 comentários:

  1. Essa idade deve ser a melhor de todas. :D Estou ansiosa que as minhas me comecem a perguntar o porquê das coisas.
    Quando o meu namorado não estiver a ver vou dizer-lhes tantos disparates! :D :D :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Purpurina, eu lembro-me de também estar ansiosa que ele falasse e é realmente maravilhoso, tal e qual como imaginei :-)

      Eliminar
  2. Linda absolutamente linda esta fase das perguntas da curiosidade. .. e do perigo eminente de dizerem disparates só porque sim...ser criança e mãe. ..O melhor do mundo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É de um encantamento absoluto, Patrícia ;-)

      Eliminar
  3. E ele tem razão.

    Mas da próxima responde-lhe, quem sabe, que o rio recolheu-se porque já era tarde e foi dormir para um cantinho mais ao fundo do leito :)))) Quando acordar, volta outra vez!

    O que não é disparatado. É a regra da natureza ;))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem visto, Portuguesinha... Gostei da ideia! ;-)

      Eliminar

Deita cá para fora!