terça-feira, 14 de abril de 2015

Pergunta para queijo.

 
Sábado é Dia dos Monumentos e dos Sítios. Mas porque raio não há um dia só para os Monumentos e outro só para os Sítios? Isolados não merecem? A que propósito juntaram os dois? Para poupar no quê?!? O gajo que decide esta merda achou que Monumentos e Sítios eram coisas que se enquadravam na mesma categoria? Então, sendo assim, podia também ter pensado no Dia Mundial das Coisas e Cenas... Ou será que as Coisas deviam ter um dia só para elas e outro para as Cenas?
 
Numa pesquisa rápida, descobri que há o Dia Mundial das Zonas Húmidas (tanto para dizer sobre esta efeméride), também há o Dia do Animal de Laboratório (sim, porque o animal de laboratório é muito mais fino do que os outros animais, por isso também tem direito a um dia só para ele), o Dia Internacional das Populações Indígenas de Todo o Mundo (podia ser só do hemisfério norte - aposto que procurando bem, também há - mas não, é mesmo de Todo o Mundo); o Dia Mundial do Canhoto (nada me tira da ideia que foi o Obama que instaurou, o sacana do preto sempre teve a puta da mania); o Dia Mundial dos Correios (se precisarem tratar de alguma coisa, é melhor irem levantando a senha, porque isto é já a 9 de outubro e, parecendo que não, o tempo passa a correr) ou o Dia Internacional das Montanhas. Bem... sobre este há pouco a dizer porque, de facto, parece-me uma data importante a assinalar.
 
Agora, assim de repente, fico aqui a pensar... E o Dia Mundial do Caralho Mais Velho, não há?
 
Mas devia.

9 comentários:

  1. lolololololololol
    tu "dá-les"!!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  2. "Ma cagar" para esses dias imbecis, instituidos por uma amiba qualquer!

    ResponderEliminar
  3. Eu não sei se há, mas se houver quase de certeza há também o do Caralho Mais Novo e o Do Meio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pensando bem, também merecem, Mexicola! :-)

      Eliminar
  4. O que eu me ri! Ahah muito bom, principalmente a penúltima frase.

    ResponderEliminar
  5. O dia mundial do canhoto já existe há muitos anos, e se soubesses as dificuldades que alguns canhotos têm para usar coisas feitas para destros, estavas era caladinha (eu não sou canhota, descansa).

    ResponderEliminar

Deita cá para fora!